As palavras não são de ninguém: estão no ar. E se nos apropriamos das que mudam o mundo para o lado que queremos?

tapa

Hoje é um dia especial. Quase todos o são, é certo. Mas hoje é um pouco mais. Porque dentro de poucas horas estaremos começando uma atividade que liga muitos pontos importantes: pessoas sub 30 (fundamentais!), alguns supra 60 excepcionais, muitas formas diferentes de pensar e agir, mas principalmente um grupo de ousados que está fazendo isso que quero fazer há muito tempo: reunir pessoas sem sair do lugar e comprometê-las em ações conjuntas para o BEM COMUM. Como é um dia especial, não haverá de entrada referencias bibliográficas tradicionais: as ideias estão no ar… são todas de todas! (Nem sonhar que já entrei no consumo de “todes”!) (Minhas netas me convencerão?) Tudo se transforma, se olhamos bem:  aquele velho video Projeto Colibri, do distante 2008, ficou mudo um tempo, mas hoje pode ser visto no original em outro ponto da nuvem: http://cor.to/Colibri8 e assim vamos. O que mudou nesse década foi a mudança climática: ela virou bruscamente o jogo e o que era “cool” hoje é imperioso.  Chequei as principais provocações contidas naquele inspirado prototipo que foi visto mais de 15mil vezes e constatei que, por generalistas, ainda continuam… provocativas.      O que vou falar dentro de algumas horas pode ser antecipado / sintetizado assim:

  1. Porque vivemos em simbiose com a materialidade de variados artefatos /utensílios / geringonças (mais que nunca representado por nossos inteligentes telefones celulares) corremos o risco de pensar que somos “animais objeto-dependentes”! FAKE: o que somos mesmo é dependentes simbólicos graves da ilusão de poder que eles nos dão…
  2.  O poder é só um jogo permanente, inevitável, necessário e criativo!!! SURPRESA??? Venha para essa discussão se ainda não está completamente seduzido por essa ideia.
  3. Os recursos do planeta mais que alcançam para o bem viver de seus habitantes em harmonia com a natureza. FAKE? Não se acharmos que
  4. Cada uma de nós é ao mesmo tempo responsável por sua parte e pelo todo. E agora?
  5. Como escutar e ser escutadas ? Como fazer e aprender de nossos erros? Como aceitar que somos prototipos em evolução e aprender a conviver com isso?
  6. Como começar identificando nosso obsoleto SOS (sistema operativo social) e experimentar outras aplicações (aplicativos, quizás…) ESCUTANDO OUTRAS VOZES: verde, amarelo, vermelho e cinza… + CONSUMINDO DIFERENTE: consumindo sem posse, tomando emprestado, trocando, usando só o tempo necessário, retribuindo com tempo oferecido ou moedas sociais, ou até mesmo eliminando esse consumo se ele não for absolutamente imprescindível.
  7. Muitas estão fazendo isso em escala: vivendo uma vida compatível com o BEM VIVER e o futuro das novas gerações. Parece impossível mas não é. Se quiser jogar este jogo, abra a cabeça, o coração e… as mãos: comecemos juntas a fazer o que pode ser feito fazendo TUDO, AO MESMO TEMPO, AGORA.                                        Espero sua visita no conecc.com.br
  8. trapesio

 

VAMOS?surf-1

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s